Clássicos da moda – Converse

Já parou pra pensar nas peças que entra estação, sai estação e nós continuamos amando? E ainda, isso se repete por anos, muitos anos!

Esse é o caso do All Star da Converse, devo ter ganho o meu primeiro ainda bebê, tive diferentes modelos por anos e agora ainda tenho 3 pares do famoso tênis – e olha que eu tenho aversão à tênis. Cores e estampas variadas, mas o modelo é praticamente o mesmo a mais de um século. A marca surgiu em 1908 quando Marquis Mills fundou a Converse Rubber Shoe Company em Malden, MA. Dizem que ele teve a ideia quando ele caiu da escada e colocou a culpa no solado do sapato, então ele revolveu fazer um tênis de solado de borracha , o que seria melhor e menos perigoso – vi isso em vários sites mas nenhum sabe ao certo se é verdade.

O primeiro Converse All Star foi pensado especialmente para jogadores de basquete, em 1917 Chuck Taylor amarrou o seu primeiro All Star, transformando a marca na queridinha dos jogadores e fãs. Neste ano, já eram produzidos 20.000 pares por dia. Muitos foram os títulos conquistados com um converse nos pés, hoje já não imagino atletas de ponta usando um desses para jogar – já pensou? – amortecimento 0 de impactos! Em 1992, o Chuck Taylor All Star comemora 75 anos com 500 milhões de pares vendidos no mundo inteiro. Em 2003 a Converse é comprada pela Nike, buscando ocupar um espaço que a marca ainda não conseguia tomar: o dos tênis de preço mais baixo.

A Converse é hoje responsável pela produção de inúmeros modelos além do All Star, botinha, com ou sem cadarço, com velcro, a numeração varia do tamanho 15 ao 46. Nos EUA além dos tênis são produzidas também peças de vestuário num segmento mais esportivo, porém com preço mais popular que as peças que levam o nome da marca Nike.

Chega de história e vamos ver algumas imagens de como combinar?

Com CALÇA:

Com SAIA ou VESTIDO: 

Com SHORT:

Essas inspirações são todas do LookBook.nu . Minha dica para quem quer comprar seu primeiro – acho meio difícil alguém que não tenha ainda, mas em todo caso – compra o clássico branco com listrinha vermelha. Agora quero saber de vocês, como combinam seus converses’s?

Anúncios

Customizei – Short Tie Dye com tachas

Quem nunca encontrou no armário uma calça velha ou mesmo um shortinho sem graça e colocou pra doação porque o achava feinho? Eis a solução: CUSTOMIZAR! Tá, mas aí você me fala que customizar exige tempo e dá trabalho, o customizei de hoje é para provar exatamente o contrário.

Comprei mais uma bermudinha de R$10,00, igual a que usei no post do customizei – short EUA para mostrar pra vocês como é fácil e rápido transformar uma peça sem graça numa peça bonita e única.

Em menos de uma hora o shortinho estava pronto. Super fácil de fazer e com um resultado incrível!

Quem gostou e vai fazer o seu comenta aqui, compartilha com as amigas, curta nossa página no facebook e nos siga no twitter! Um beijo

Como usar: Blazer

Para mim é peça indispensável no guarda-roupa, sou apaixonada pelos looks compostos por eles e já estava em mente colocar aqui alguns looks com ele como peça chave, até que a Stela – do fã clube da banda conexa – me propôs pelo twitter que fizesse uma matéria falando sobre eles, que ela acha bonito mas não sabe como combinar.

O blazer para muitas mulheres ainda está associado a peça formal e executiva que acarreta um certa seriedade ao look, mas essa ideia pode estar completamente equivocada. A algum tempo atrás, os blazers compunham conjuntinhos monocromáticos, hoje eles já passaram a ser peças únicas, que podem ser combinadas com jeans e outras cores, compondo looks lindos.

Qual é a regra para usá-los? Eu particularmente não vejo nenhuma regra, não é uma peça que você diga: NÃO PODE USAR de tal forma, pelo contrário, o blazer pode ser usado nas mais diversas situações.

Eu já usei desde situações super informais como um passeio no shopping até o casamento do meu primo – a foto com a noiva foi a única que encontrei onde estava ainda com o blazer, e só lembrando que o colar havaiano deu um toque todo especial mas ele NÃO FAZ PARTE do look. BLAZER BRANCO RENNER – R$ 169,90

Agora, se você está pensando em comprar o seu primeiro, minha dica é que prefira pelas cores neutras: branco, preto, marinho ou nude. Assim é mais difícil você errar ao compor o look.

Separei alguns looks para vocês se inspirarem e verem as mais diversas formas de usar:

O que acharam dos looks? Como vocês preferem combinar o blazer?