Os sapatinhos com cara de vó que se tornaram tendência: flat espadrilles

Um sapatinho com cara de vó, esse é o pensamento da maior parte das pessoas ao conhecerem as flat espadrilles. Quem é do sul, certamente já ouviu falar nas alpargatas, são famosas no Rio Grande do Sul e ganharam uma versão fashion e ficaram mundialmente conhecidas.

As flat espadrilles como são conhecidas no universo fashion, foram inovadas e assinadas por grandes grifes internacionais: Chanel, Loubotin, entre outras. A combinação do solado de corda com tecido resultam em sapato leve, de conforto incomparável.

espadrilha final

 

As combinações são inúmeras – com short, saia, calça, vestido – as estampas são diversas, se elas te encantaram, assim como a mim, agora é só escolher a sua!

Acrescentando: as flat espadrilles não são apenas para nós mulheres, elas são para eles também:

espadrilha men

 

Espero seu comentário sobre esses sapatinhos fofos e ultra confortáveis!

Anúncios

Creepers – O que são, de onde vieram e como usar?

Criados para serem um calçado de guerra, foram usados pela primeira vez em 1945 por soldados na Segunda Guerra Mundial, com o nome original de brothel-creepers, eles eram perfeitos para o ambiente por serem resistentes e permitirem uma pisada mais firme. Foram imortalizados na década de 50 nos pés dos Teddy boys, banda londrina de sucesso na época. Os creepers, seguiram durante as décadas, marcando presença nas décadas de 1960, 1970, 1980 e 1990, sempre aparecendo na cena underground.

Teddy Boy marcaram época e eternizaram os creepers.

E como eles vieram parar nos dias atuais? É simples! Conhecem uma das marcas mais famosas do mundo, que está sempre a ditar moda por aí? Sim, os creepers nos dias atuais é mais uma das ‘re-invenções modísticas’ da Chanel – assim como aconteceu com as clogs,se é que se lembram delas. A Chanel, resolveu apostar no sapato na coleção Resort 2013, que desfilou em meio aos jardins de Versailles.

Desfile da coleção Resort 2013 da Chanel

Um sapato para amar ou odiar, para eles não existe meio-termos. Assim que ouvi falar e comecei a conhecer, logo lembrei dos meus 7/8 anos, quando a Sandy lançou os tênis “altos e baixos”, os altos tinham um solado que os creepers me lembraram muito – momento nostalgia. Mas fato é que pouco a pouco eles conquistaram mais passarelas, páginas de revistas e também as ruas. Vasculhando hoje o Lookbook, encontrei em apenas uma página 3 looks com o calçado.

Esses eram os 3 looks com creepers que figuravam na primeira página da categoria HOT do Lookbook hoje, 10/11/2012.

Mais inspirações para usar os creepers:

 

Agora, minha pergunta é: será que essa moda pega? Será que assim como as clogs, a Chanel ditará tendência com mais um modelo de sapato conceitual e ‘diferente’? Eu acredito que aqui no Brasil, a moda não vai pegar muito não, pelo menos eu irei pensar 1000 vezes antes de comprar um e só comprarei se nos pés forem realmente tão confortáveis como as gringas dizem, porque bonitos, eu não achei! Espero a opinião de vocês!