O feminismo e a marcha das vadias

Recebo muitos olhares cruzados ao falar que mantenho um blog de moda. Moda é considerada futilidade por muitos, hoje em dia. É claro que minha vida vai muito além da moda, meus interesses vão muito além. Sou jornalista e preciso saber e debater os mais diversos temas. Nas últimas semanas busquei me aprofundar na questão da Síria, por exemplo. Adoro estudar, ler, me manter informada, atualizada e tudo isso, além da moda. Tenho uma facilidade enorme em aprender as coisas, agradeço a Deus pelo dom que Ele me deu.

É por isso que acho necessário debater certos assuntos polêmicos aqui no blog. Não me vejo como formadora de opinião, mas muitas meninas me procuram para falar de suas vidas, me pedir conselhos, existem as que pedem desde a sugestão do look que deve usar às que me pedem conselhos amorosos. Um dos posts que mais repercutiu nesse sentido, foi o que falei sobre anorexia. Não imaginava que tantas meninas travavam essa luta dura e solitária.

Uma das minhas maiores indignações hoje em dia, dá-se por conta das feministas extremistas, alopradas, alienadas. Mulheres que dizem lutar por seus direitos, mas no fundo não sabem pelo que lutam! Perderam o sentido, a essência do ser mulher.

Devo ser meio antiquada, quadrada, careta, mas se tudo isso que vou escrever nessas próximas linhas me intitular assim, me orgulho de receber tais denominações. Segundo a minha crença, católica apostólica romana, a mulher é proveniente da costela de Adão, Deus a criou para que o homem não vivesse sozinho. A mulher foi sabiamente pensada para dar a luz, gerar frutos, filhos. Nosso organismo é preparado para isso. E olha que Deus perfeito, nos agraciou com um corpo lindo, cheio de curvas, sabiamente exploradas na moda… Acho lindo mulheres que deixam suas profissões para se dedicarem em tempo integral ao marido e aos filhos. Infelizmente a situação financeira dos dias atuais, exige a mulher presente também no mercado de trabalho.

Não sei qual foi exatamente a curva em que o mundo se perdeu, mas, de alguns anos para cá, mulheres entraram num caminho onde ser mãe é a última prioridade delas. Meu sonho sempre foi ser mãe, não consigo compreender. Mulheres que lutam pelo direito de abortar. Elas se veem donas do próprio corpo, egoístas, pensam em si, mas não pensam na nova vida que ali é gerada.

O que mais me indigna é mulheres, ditas feministas, ditas lutadoras por direitos, saírem às ruas e se orgulharem por receberem o título de vadias, considero uma ofensa e todas deveriam assim o considerar. Segundo o dicionário:

Vadia s.f. Informal. Pej. Aquela que possui modos de vida considerados amorais, embora não viva da prostituição. 

Uma pessoa que luta por direitos, deve, acima de tudo, prezar por sua moral. Tirar a roupa e sair as ruas, isso é protesto? Não, isso é pouca vergonha! Vadiagem! A última Marcha das Vadias que presenciei, foi na JMJ, senti a maior pena daquelas mulheres, mulheres com cartazes falando sobre abuso sexual, mas expondo seus órgãos sexuais para quem quisesse olhar. Posição contraditória, sim ou claro? Mulheres nuas lutando por respeito. Cade o respeito próprio? O respeito pelo próprio corpo?

Mulheres lutando pela legalização do aborto. Se elas tivesse o mínimo de respeito com seus corpos, não precisariam abortar, pois teriam um filho como fruto de um amor e não de um puro ato de satisfação carnal. Mulher que quer respeito precisa se respeitar. Seu corpo é seu sagrado, ele não é um parque de diversões com o ingresso pago por uma bebida na balada.

Não é moda usar roupas curtas combinadas com decotes profundos. Moda é acima de tudo, equilíbrio. Nunca fui desrespeitada por uma roupa que vestia. Suas atitudes ditarão as atitudes dos outros sobre você.

Acho a luta por direitos necessária e válida, quando os direitos não ferem a índole, a moral e os bons costumes. Quem sabe não esteja na hora das vadias se ocuparem… e voltarem a ser mulher! Tá na hora de se amarem e se deixarem ser amada. Cuidar da casa e de um filho, não será machismo, será o seu maior prazer se ele for fruto de um amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s